Saiba quais são as 10 motos mais roubadas no Brasil

A moto é um meio de transporte prático, barato e econômico, sendo, dessa forma, o sonho de muita gente. O problema é quando, depois de meses de investimento e cuidados, o proprietário volta e não encontra sua moto onde foi estacionada.

É uma triste realidade, porém cada vez mais frequente. Por isso, hoje vamos falar sobre as motos mais roubadas no Brasil.

O Paraná, por exemplo, é o 5º estado com maior número de furtos e roubos a motos no país. Só em Curitiba, pelo menos 40 delas são levadas todos os meses. Mas isso não é exclusividade dos paranaenses: no Brasil inteiro as pessoas buscam alternativas para garantir mais segurança.

Por isso, escolher um modelo menos visado pelos ladrões pode ser uma boa alternativa para minimizar o prejuízo. Separamos aqui quais são as 10 motos mais roubadas no Brasil para te ajudar.

 As motos mais roubadas em 2018

1º Honda CB125 Titan

A moto mais vendida do Brasil só poderia também ser a mais roubada, com 19.223 ocorrências.

2º Honda CG150 Titan

A versão 150cc também é uns dos modelos mais procurados pelo assaltantes. Foram registrados 10.113 ocorrências de roubo e furto.

3º Honda CB250 Twister

Depois de sair de linha em 2008, a Honda CB 250 voltou em 2016 e já está entre as motos mais roubadas com 5.946 ocorrências.

4º Honda Biz 100

A Honda Biz também é muito procurada por assaltantes e entra na relação com 4.109 ocorrências.

5º Yamaha YBR125

Principal concorrente da CG produzida pela Yamaha teve 3.370 ocorrências de roubo e furto.

6º Honda Biz 125

A versão mais potente da Biz também entra na relação com 2.950 ocorrências.

7º Honda NXR150 Bros

Mais uma da Honda com 2.665 ocorrências.

8º Yamaha Fazer 250

Pioneira no mercado de motos 250cc, teve 1.841 ocorrências de roubo.

9º Honda XRE300

A Tornado entra na relação com 1.779 ocorrências.

10º Honda Falcon

Finalizamos a lista com o modelos mais potente entre todas. A Falcon teve 1.585 ocorrências de furto entre as motos mais roubadas.

Como evitar o roubo de motos

Mesmo com as estatísticas mostrando quais os modelos de motos mais roubadas, é preciso pensar que isso não é necessariamente um impeditivo.

Afinal, independente da moto que você escolha, é ideal tomar certos cuidados e aqui vamos falar um pouco sobre eles.

Acessórios

É importante dificultar o roubo, criando subterfúgios e se apoiando em acessórios, como as travas. Elas estão disponíveis em diversos modelos, tamanhos e preços, se adequando melhor à sua necessidade.

Cuidados

Evite passar e parar em locais isolados e mal iluminados, mudando constantemente a rota. Caso veja alguém mexendo na sua moto, não se aproxime e chame a polícia.

Rastreador

Uma das formas mais seguras é aderir ao sistema de rastreamento veicular. Essa é a única forma de saber exatamente tudo o que está acontecendo com a sua moto e não se preocupar mais.

Com o serviço de rastreamento de veículos do Grupo Intersept, é possível verificar onde o automóvel está, qual sua velocidade, trajeto percorrido e o tempo que permaneceu em determinado local.

Todas estas informações são passíveis de visualização por meio de um sistema GPS (geolocalização), em tempo real, e todas as imagens disponibilizadas por satélite. Tais informações são enviadas para a central de monitoramento que, por sua vez, te ajuda em qualquer situação de risco ou roubo.

Posts recentes

Deixe um comentário